Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Depois de um dia mau pode haver um céu estrelado. O meu reino.


24
Mai19

Para a Filipa

por Princesa das estrelas

Há mais de dois anos que não vinha a este espaço. Não por um evento em especial mas porque, de alguma forma, deixou de fazer sentido. A minha vida avançou noutra direção. O tempo passou a ser pouco, a exposição por aqui também era muita e precisei de algum distanciamento para viver outras coisas.

Só que esta semana recebi a notificação de um comentário que me fez voltar. Talvez volte apenas para este post, não sei. Mas não podia deixar de responder a esta pessoa.

Filipa, não tenho o seu contacto (se o tivesse ligava-lhe para podermos falar um bocadinho) mas quero que saiba que sou solidária com a sua dor e que imagino o que estão a viver. Os dois.

Já depois de ter deixado este blogue o meu irmão também foi diagnosticado com cancro do estômago e, se a memória já tinha afastado de mim os momentos mais difíceis e dolorosos da minha doença, ver o meu irmão a viver tudo o que eu tinha passado, reavivou muitos sentimentos e memórias que julgava esquecidos.

Lembro-me bem das dificuldades que tive para comer e para me equilibrar em termos de peso. Quero dizer-lhe uma coisa desde já: apesar de uma gastrectomia total ser uma cirurgia muito violenta para o organismo e de haver uma série de sequelas que são comuns a todos os pacientes gastrectomizados, cada caso é um caso. Cada paciente reage de forma distinta. Eu, por exemplo, tive imensa dificuldade em começar a comer. Mesmo depois de ter voltado ao trabalho (almoçava num centro comercial e) escolhia sempre a mesa mais próxima da casa de banho porque todos os dias tinha de ir a correr vomitar porque "a comida prendia". Já o meu irmão, embora numa primeira fase também tenha perdido muito peso, nunca teve estas dificuldades mecânicas que eu enfrentei.

Eu não sou nutricionista e ainda hoje me deparo com alguns problemas relacionados com alimentação e com absorção, mas posso dizer-lhe o que resultou comigo e o que aprendi, entretanto.

Se a cirurgia é tão recente o melhor é optar por suplementos calóricos e pastosos porque naturalmente terá dificuldade em engolir e estes são mais fáceis de comer e têm muitas calorias. Suplementos como o fortimel são uma excelente forma de parar a perda de peso e de dar ao corpo os nutrientes de que necessita. Comigo nunca funcionou porque eu não suportava o sabor. Mas encontrei outros suplementos (em pó) que acrescentava à sopa: protifar, por exemplo.

Na fase a seguir à operação, e se ainda está com tratamentos, é muito importante manter-se hidratado. Na altura em que fiquei doente o protocolo era diferente. Eu fui operada e só depois é que iniciei os tratamentos (quimio e radio) e foi muito complicado. Perdi muito peso, estava muito enjoada, engasgava-me muito. Mas consegui ultrapassar. Se fosse hoje procurava a ajuda de um profissional. Na altura havia pouco conhecimento, não fui bem acompanhada na parte da alimentação mas percebo hoje que teria sido fundamental um seguimento mais multidisciplinar. Tente marcar uma consulta com uma nutricionista ou dietista especializada em cirurgia bariátrica. No fundo nós, os gastrectomizados, temos os mesmos problemas mecânicos que uma pessoa que faz esta cirurgia.

É que, depois dos problemas da perda de peso, vão surgir outros como as hipoglicémias e os alimentos proibidos porque são de digestão muito rápida ou porque provocam muitos gases. Há muita coisa que se pode aprender, há muitos pequenos truques que podem ajudar.

Para já, espete-lhe com uns suplementos de proteína e hidratos de carbono para ele se aguentar. E vá escrevendo aqui que eu prometo responder.

Beijinhos e muita força

Autoria e outros dados (tags, etc)


1 comentário

Imagem de perfil

De Maria Araújo a 24.05.2019 às 20:07

Bom testemunho, o seu, resposta inteligente.
Muitas felicidades.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Calendário

Maio 2019

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2005
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D