Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Depois de um dia mau pode haver um céu estrelado. O meu reino.

14
Ago14

Praia/campo

por Inês P Queiroz

Acaba hoje a praia/campo do Henrique. Há muito que não o via tão contente e tão tranquilo. Anda entusiasmado não só com a praia, mas também com todas as actividades que faz durante as tarde e, mais do que tudo - desconfio - com a novela da vida real, como ele diz. Sim, a novela da vida real, os namoros, os desencontros amorosos, a menina que hoje gosta deste e amanhã daquele; o menino que anda triste porque a menina já não gosta dele; a monitora que é casamenteira...

Ando tão contente de o ver assim que me dá pena que hoje seja o último dia. De manhã lá foi, de pijama, como manda a tradição, para dar o seu último mergulho com os amigos. À tarde vai ao navio escola Sagres e imagino que venha de lá super entusiasmado.

Numa altura em que temos tantos motivos de queixa de tudo o que é público ou de alguma forma sob a tutela do Estado, acho importante que se enalteça o que de bom é feito. A praia/campo é uma coisa espantosa. Em miúda fui muitos anos e cheguei mesmo a ser monitora, mas não fazia ideia que ainda se mantinha. Numa altura em que se corta em tudo achei que esta iniciativa já tinha ido à vida. Mas não. Continua. E é uma oportunidade única para os miúdos, que convivem com crianças de todos os tipos, que visitam museus, que fazem actividades que muitas vezes não poderiam fazer com os pais e é também uma oportunidade para os pais entreterem as crianças sem pagar os balúrdios que os ATL de Verão pedem.

Se não acabar entretanto, para o ano lá estaremos!

Autoria e outros dados (tags, etc)

25
Jun14

Ainda as férias do Henrique

por Inês P Queiroz

Avizinha-se um ano difícil para o Henrique: vai mudar de escola (ainda não sabemos para qual) e vai para o quinto ano (muitos professores, muitas matérias, novos colegas). Apesar de ser um miúdo bastante social e bem disposto, o meu filho não costuma reagir muito bem a estas mudanças. A sua necessidade de ser aceite pelo grupo normalmente leva-o a fazer asneiras.

Mas o Henrique está a crescer e, se por um lado isso me entristece (porque está a ficar um parvo do pior), por outro lado é uma grande vantagem porque ele começa a perceber, finalmente, o que deve e o que não deve fazer.

Mas estas são questões para Setembro. Para já, ele está a curtir o seu 5 a Português e a Estudo do Meio e o seu 4 a Matemática. 

E apesar de eu saber que ele vai ser sempre um preguiçoso em potência, fico feliz por vê-lo a divertir-se e sei que, de alguma forma, ele absorve o que lhe ensino todos os dias. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

12
Jun14

Este é o meu dia

por Inês P Queiroz
Já está quase a acabar, mas o 12 de Junho é o meu dia. Ou melhor, o nosso dia. Da nossa família. Foi num 12 de Junho, há 14 anos, que comecei a namorar com o meu marido. Foi num 12 de Junho, há 10 anos, que nasceu o nosso filho mais velho. Estava um calor de ananases, era o dia em que começava o Euro 2004 e eu estava longe de imaginar que tinha chegado o dia. Foi num 12 de Junho, há 8 anos, que me casei. Entrei na conservatória pelo braço do meu querido pai. Foi uma festa espectacular, com direito a grande sardinhada no meio dos meus amigos do coração. Por estas razões este é o nosso dia.
A minha ideia era partilhar neste post algumas das minhas fotos preferidas dos nossos dias 12 de Junho, mas o dia foi longo, com muita emoção, muita coisa para fazer, muita gestão de birras...
Começámos com um excelente pequeno-almoço feito pelo pai (com direito a ovos estrelados e tudo). Almoçámos no mercado da Ribeira (que já é um dia locais de eleição do Henrique), passámos pela escola para ver se já tinham saído os resultados dos exames nacionais (mas não tinham) e depois de uma curta paragem em casa rumámos a Alfama para a nossa sardinhada da praxe. Este ano, para além da companhia da João, tivemos também a companhia da Ana, do Ricardo e do Henrique. E, claro, da Alice, que viveu o seu primeiro Santo António.
Este ano chegámos bem cedo (ainda não eram sete horas) e talvez por isso pela primeira vez em muitos anos não esperámos para ter mesa. Foi uma limpeza. As sardinhas estavam mesmo boas (Páteo 13 rules) e o arroz doce ainda melhor.
Ainda houve tempo para bailarico e às 11 já estávamos em casa.
Não fosse o descontrolo emocional/estupidez da adolescência/birra do Henrique, e a noite tinha sido perfeita.
Mas, mesmo assim, foi mais um 12 de Junho. O dia mais feliz da minha vida. E passou-se bem.

Autoria e outros dados (tags, etc)

05
Jun14

Contagem decrescente

por Inês P Queiroz

Agora que já passou a festa da Alice começou a contagem decrescente para a do Henrique. No caso dele já escolhi o local: a piscina do Atlético. É um sítio muito porreiro para fazer festas de aniversario e tem a vantagem de não ser muito caro. Foi lá que fizemos a festa dele no ano passado e gostou tanto que vamos repetir. Vai ter piscina, futebol e jogos tradicionais. Já imprimi os convites e já os começámos a entregar. Mas falta o presente... Ainda não comprei. Aliás, não faço ideia do que lhe devo comprar... Vou ter de tirar umas horas à tarde de amanhã para ir à procura. Do presente dele e do de mais dois amigos que também fazem anos. Entre lançamento de um livro, ida à feira para aço,panhar autores e festas de aniversario, vou ter um daqueles fins de semana... Socorro.

Autoria e outros dados (tags, etc)

03
Jun14

Lindos

por Inês P Queiroz

Estão assim, os meus amores: lindos, desculpem-me a imodéstia. 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

03
Jun14

Nada é tão fácil como parece

por Inês P Queiroz

Ontem o dia acabou no hospital. O Henrique magoou-se no treino de futebol e o fisioterapeuta achou por bem que o levássems ao hospital.

O pai tinha de ir trabalhar, a irmã já dormia, a única solução era chamar a minha mãe que (graças a Deus) já tinha vindo para Lisboa. Mas deixou o carro em Marco de Canaves e por isso não tinha como ir para minha casa às 21h30. Toca de chamar um táxi. Liguei para a Autocoope que é o número que tenho gravado no meu telemóvel. Que não, que a minha mãe mora fora de Lisboa (mora 500 metros fora de Lisboa) e que ia ser difícil que um táxi respondesse à chamada. E assim foi. 10 minutos à espera e nada feito. Liguei para os táxis de Sacavém... também nada, nem atenderam. O meu irmão estava a trabalhar... uma coisa tão simples estava-me a dar cabo dos nervos. E foi aí que me lembrei de ligar à minha ex-cunhada para me fazer o favor... e assim foi. Ela, querida como sempre foi para os meus filhos, apareceu com a minha mãe e ainda me trouxe o meu sobrinho mais velho para eu lhe dar umas beijocas. Como se não bastasse o favor, deixou-me no hospital (obrigada querida Paula, por seres boa tia). E lá ficámos... o ortopedista não estava e por isso esperámos uma hora por ele. Mas foi prestável. Ainda encontrámos lá um médico que mora no nosso prédio e que é um amor para o Henrique. O meu filho cumpriu um sonho antigo: andar num hospital de cadeira de rodas, e eu, bem eu andava estilo zombie, só queria dormir.

Não há nada partido, apenas dorido e talvez uma bursite (raio de nome...). Mas vai ter de ficar duas semanas sem praticar desporto... logo agora que tem 4 festas de aniversário nos próximos dias... já para não falar do aniversário dele que é dia 12.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

21
Mai14

Festa da princesa #3

por Inês P Queiroz

Ontem fui buscar o Henrique à escola e fomos a um armazém chinês no Martim Moniz comprar coisas para a festa da Alice. Eu continuo com a ideia de fazer um piquenique no Jardim da Estrela, mas gostava de enfeitar o local, na medida do possível. Cheguei à conclusão que podia fazer umas bandeirinhas de tecido que depois posso pendurar nas árvores. Comprámos três tecidos bem giros e ele ainda teve a brilhante ideia de comprar feltro para fazer uns brindes para dar às meninas que forem à festa da mana. E ainda umas ceninhas muito fixes para fazer uns colares... 
Hoje foi dia de exame de Matemática (fácil, disse ele... mas para ele é sempre fácil, mesmo quando corre mal) e dei-lhe folga da escola durante a tarde. Vai ficar em casa com a irmã. Antes de sair ele ficou já a fazer os colares para as meninas... mais logo mostro fotos. Quanto às bandeirinhas, a ideia é fazer uma coisa deste género aqui. Acho que vai ficar giro.





Autoria e outros dados (tags, etc)

28
Abr14
Este podia ser o título da minha história com o meu filho. Tudo parece estar bem até a Matemática entrar nos nossos dias.
Nesta coisa das tarefas domésticas fica na minha coutada os trabalhos de casa e  o estudo. O pai já tem a sua parte com o futebol e o violoncelo.
O Henrique é um miúdo esperto, rápido a pensar, com um bom raciocínio. Mas tem uma coisa que me encanita com os nervos: excesso de confiança. E depois espalha-se na Matemática e em vez de ter 80 ou 90 por cento, não consegue sair dos 73, 74. E era suficiente se ele não soubesse mais. Mas o sacana do miúdo sabe, mas não se preocupa, não faz os cálculos, não regista os dados nos problemas, não faz as reduções... E depois erra. 
Este fim-de-semana foi mais uma luta. E tudo por causa da Matemática, essa pulha.

Autoria e outros dados (tags, etc)

16
Abr14

Quando a esmola é grande...

por Inês P Queiroz
É quarta-feira. O Henrique chegou de casa da avó no sábado. E até ao momento ainda não nos chateámos...

Autoria e outros dados (tags, etc)

08
Abr10

28 de Março de 2010

por Inês P Queiroz
No dia em que o meu pai faria 59 anos (28 de Março) o Henrique fez a sua primeira grande viagem de comboio. Foi até ao Porto, onde a avó Emília o aguardava para uma semana de férias "no norte". Fomos os três, numa grande aventura familiar.
E a viagem foi completa. O Henrique brincou, dormiu, tirou fotografias à paisagem, ao pai, à mãe. Eu e o pai tivemos tempo para ler, para almoçar um belo bacalhau e para dar um saltinho ao Peter da Ribeira. E, no meio desta grande azáfama de emoções e confusões lembrei-me do meu pai, da falta que me faz, de como teria gostado daquele bacalhau, de como gostaria de voltar a sentar a sua família à volta de uma mesa. E chorei. De saudades

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Calendário

Novembro 2016

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2006
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2005
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D