Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Depois de um dia mau pode haver um céu estrelado. O meu reino.


07
Dez12

Como o castigo que te dei me dói

por Inês P Queiroz
Esta noite castiguei o meu filho. Há muito que as palmadas se foram e os castigos, até esses andavam fugidos. Mas esta noite ele abusou. Descontrolou-se, não parou para pensar mesmo quando lhe disse para o fazer... E castiguei-o onde lhe dói mais: não o deixei dormir comigo sté o pai chegar. Hoje, que era o nosso dia. Ele implorou perdão, que queria muito, que estava arrependido ( se bem, que quando lhe expliquei que os castigos não se tiram, ele me disse que então se ia portar mal porque nada valia a pena), e eu tentei explicar-lhe calmamente que não podia voltar atrás, que o tinha avisado, que ele tinha de perceber como agir.
Tenho a certeza que todos os manuais de pediatria me dão razão. Mas a verdade é que me sinto mal com a decisão que tomei.

Autoria e outros dados (tags, etc)


3 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 07.12.2012 às 11:00

Eu também por vezes quando tenho que castigar, venho para o trabalho com o coração partido... mas eu sei que tem de ser. Às vezes penso que o castigo doi-me mais a mim do que às minhas filhas...

Um abracinho de mãe para mãe.
Sem imagem de perfil

De Diario de uma mae solteira a 07.12.2012 às 11:57

não acredito que haja quem castigue os filhos de ânimo leve, quem ponha em causa a própria atitude e quem não sofra mais que o próprio filho... Mas até nós fomos castigados e não nos caiu nenhum bracinho por causa disso e aquilo que fazemos como mães e pais é apenas um pequeno exemplo do que a vida lhes reserva... Não fiques de peso de consciência, de certeza que ele um dia irá perceber e concordar que boas mães são as que se preocupam, que tomam atitudes e não as que fecham os olhos e deixam andar. Tu, tal como eu e outras mães que o fazem estamos apenas a ensiná-los a viver

Um beijinho (de mãe para mãe)
Sem imagem de perfil

De Helena Barreta a 07.12.2012 às 14:39

Também acho que sim, sofremos mais do que eles, mas quando aplicamos os castigos é porque tem mesmo de ser.

O seu filho vai perceber que a mãe fez o mais correcto.

Um beijinho

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Calendário

Dezembro 2012

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2006
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2005
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D