Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Depois de um dia mau pode haver um céu estrelado. O meu reino.


20
Fev15

Ainda a Operação Nariz Vermelho

por Princesa das estrelas

Eu sabia da existência da ONV. Já os tinha visto em notícias, já me tinha cruzado com eles em hospitais... mas não fazia ideia do impacto que tinham junto de quem está doente. Juro que não. E foi algo de extraordinário o que presenciei ontem. Deve haver poucas coisas que nos afetem tanto como o bem-estar dos nossos filhos. E a saúde é mesmo a maior das dádivas (depois da vida, claro). Mas saber que estas pessoas existem, saber que há uma equipa de profissionais que se dedica a minimizar o sofrimento destas crianças (e adultos também) é algo que me deixa um bocadinho mais tranquila. A visita que acompanhei com a minha amiga Sónia foi ao serviço de doenças crónias: o 5.2 (acho que nunca mais esqueço este número). Fomos previamente briefadas sobre a visita e todos os procedimentos, tanto os nossos como os dos Dr. Palhaços, neste caso Dras. Palhaças, a Dra. Tutti Fruti e a Dra. Valentina Valentona. E, lá chegada, percebi. Eles, os miúdos, já não são bebés. Têm outro tipo de consciência, sabem que há um mundo lá fora onde deviam estar a brincar. Sabem que existe chocolate, apesar de não o poderem comer. Sabem que há bolas, bonecas, brinquedos, jogos de futebol... sabem que há um mundo e uma vida que lhes foi roubada. Vimos de tudo: crianças que os pais não querem que sejam visitadas, crianças que não têm força para sorrir, crianças que querem esboçar um sorriso só para ficarmos mais satisfeitos apesar de não terem vontade nem motivo para o fazer, e crianças que se iluminam e fazem daquele o seu momento. Foi assim com o pequeno Marco, de 5 anos. Brincou, falou, correu, deixou que brincássemos com ele e, quase no fim, o click... desatou a chorar, o que me deixou o coração apertado mas me fez perceber ainda melhor este trabalho da ONV. É importante que estas crianças se possam manifestar, possam exteriorizar os seus sentimentos, a sua frustração, a sua dor. E as visitas da ONV também servem para isso. E servem para que os pais possam baixar a guarda e possam, eles próprios, rir e chorar. A ONV precisa de todas as ajudas que consiga para funcionar. Estamos a falar de uma estrutura profissional. E não podia ser de outra forma. Não há voluntário que aguente este tipo de trabalho por muito tempo e as pessoas que são contempladas com estas visitas não podem não as receber. Tem de ser um trabalho continuado. Eu deixo aqui o meu apelo para que os ajudem. Pode ser tão simples como fazer uma chamada telefónica ou, se preferirem, um donativo. Deixo aqui o número de telefone e o nib. 760 305 505 (custo da chamada 0,60€ + IVA) NIB: 0036 0310 9910 0011 4395 6. Podem também ir à página deles e comprar o livro de atividades para pintar que fizeram. Quanto a mim, agradeço o convite, do fundo do coração (apesar de ter ficado com ele bem apertadinho) e agradeço também a todo o pessoal do Hospital D. Estefânia. Foram espetaculares.

ONV_PRINCESA019.jpg

ONV_PRINCESA038.jpg

ONV_PRINCESA023.jpg

ONV_PRINCESA024.jpg

ONV_PRINCESA030.jpg

Fotos ONV:Paulo Maria

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Calendário

Fevereiro 2015

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D