Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Depois de um dia mau pode haver um céu estrelado. O meu reino.


26
Mar15

Choque e horror

por Inês P Queiroz

Como pode alguém intencionalmente atirar-se e a mais 149 pessoas contra os Alpes? Estou aqui a torcer para esta informação ser falsa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

26
Mar15

Na terça-feira fui um rato e não fui correr. Estava cansada, apetecia-me muito mais ficar em casa. E, apesar do peso na consciência, fiquei pelo sofá.

Mas com a promessa que na manhã seguinte iria correr. Deixei a roupa e ténis preparados e ontem, quando a Alice acordou às 6h45, levantei-me e comecei a preparar o nosso pequeno almoço. Depois fui deixá-la com o pai e saí para correr. Passavam poucos minutos das 07h30. O meu percurso habitual, quando corro a partir de casa, tem pouco mais de 5km. Ontem, 500 metros depois já só pensava em voltar para trás. Estava tanto frio, tanto vento que mal conseguia respirar. Só não desisti por vergonha. E assim, mesmo que a muito custo, fiz os meus 5,5km. Até mais de metade do caminho em completo sofrimento. Nos últimos dois já consegui sorrir. No fim-de-semana há mais, e desta vez uma corrida mais distante.

corrida 25.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

24
Mar15

Ir correr, ir para casa, ir correr, ir para casa, ir correr, ir para casa, ir correr, ir para casa, ir correr, ir para casa, ir correr, ir para casa, ir correr, ir para casa... Dilemas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

24
Mar15

Nova marca de roupa de criança

por Inês P Queiroz

To the moon and back é uma marca de roupa muito fofinha. Mesmo muito.

A Jennifer é mulher de um amigo que muito estimo e é uma mulher do Norte, determinada e cheia de vida. Juntou-se com outra amiga e criaram esta marca. As roupas são a coisa mais fofa. Vejam por vocês.

aqui

Autoria e outros dados (tags, etc)

23
Mar15

Cansada do fim de semana

por Inês P Queiroz

Depois do jantar muito bom de sexta, o fim de semana já começou coxo no que diz respeito a horas de sono. A Alice é um bebé fantástico, dorme e come lindamente. Mas continua a acordar por volta das 7 da manhã, o que me custa imenso, principalmente ao fim de semana. Sábado foi dia de ir ao mercado, uma rotina nossa que ela adora. Não fui à natação porque estava demasiado cansada para andar a correr. Depois fui almoçar a casa do meu irmão e quando voltei o pai tinha regressado. A Alice adorou, mas ficou meio parvinha. Fez uma birra daquelas à antiga. Aliás, não foi à antiga foi uma estreia que, a julgar pelo feitio da menina, foi apenas a primeira de muitas.

Ontem foi tempo de Disney on ice com a minha afilhada. A Alice, como sempre, madrugou. à tarde fui a um espetáculo maravilhoso, que me fez recordar momentos muito especiais da minha vida (escreverei depois osbre ele, uma homenagem da CNB ao Ballet Gulbenkian). Fiquei tão perturbada que não contive o choro. Foi mesmo um momento único. Depois do espetáculo fui à casa de banho do Teatro Camões trocar de roupa (parte dela já estava vestida por baixo da que trazia) e saí pronta para correr. Dito assim parecço maluqinha, bem sei, mas era a única hipótese que tinha para correr durante o fim de semana. Foram sete km, do Teatro Camões ao Terreiro do Paço. Depois ainda fiz outros 3km a andar, até casa. Ainda houve tempo para jantar com uns amigos e cair morta de cansaço na cama... Hoje é segunda e preciso mesmo de um dia para descansar deste fim-de-semana.

Autoria e outros dados (tags, etc)

20
Mar15

Estar com as nossas pessoas

por Inês P Queiroz

Foi há pouco mais de um ano que ela me ligou a dizer que estava doente. Cancro, mama, palavras disparavas a alta velocidade. E eu a tentar processar tudo e a tentar parecer calma e serena mas o meu coração estava prestes a explodir e a saltar-me pela boca. Cancro ela? Como? Porquê? Mas já não tinha tido eu? Não era suposto que os meus fossem poupados? Não tinha já morrido o meu pai? e o dela? Não tínhamos já nós as duas morrido um bocadinho no meio de tanto sofrimento, de tantos encontros e desencontros, no meio de tantas lágrimas? E depois lembro-me de pensar que era assim tipo um ensinamento. A vida queria testar-me. Ver se eu era capaz de estar lá para ela. De passar por tudo outra vez. Depois do meu pai, depois do dela. A vida afastou-nos muito no sentido físico do termo. Caminhámos em sentidos paralelos, houve um momento em que pensei que a tinha perdido. Mas não. Nem ela a mim. Ainda me sento no sofá entre ela e a mãe, debaixo de uma manta e parece que somos outra vez duas adolescentes. Faz hoje um ano que ela esteve mais de 10 horas numa mesa de operações. E eu passei parte desse tempo ao lado da mãe dela, a olhar para as mesmas portas de vidro, sempre à espera que nos viessem dizer alguma coisa. Tantas perguntas, tanta ansiedade, tanto medo que senti. Hoje, um ano depois, vamos celebrar a vida. As duas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

20
Mar15

Foi mesmo uma corrida arrancada a ferros. Demorou-me uma hora a chegar do escritório até Alcântara. Mal disse a vida muitas vezes, proferi uma imensidão de palavrões, zanguei-me com a minha mãe ao telefone... foi uma viagem muito animada. Mas não podia desistir. O cosmos estava contra mim, mas eu precisava de despejar a minha frustração, raiva, dor, tristeza em algo de produtivo e, principalmente, tinha de parar de magoar os que estavam à minha volta. E consegui. Foram 6km. Não deu para mais. Era tardíssimo e tinha combinado jantar em casa de uma amiga. A minha empregada, como sempre, deu uma ajudinha: meteu-se no autocarro com os miúdos e foi ao meu encontro. E assim apareci em casa da minha amiga: transpirada, de roupa de correr vestida... mas mais apaziguada. E eles, os meus queridos amigos, como sempre, receberam-me de braços abertos.

E com um belo gin tónico. Podia ter sido um fim de dia emocionalmente trágico. Mas não foi. Obrigada B

Autoria e outros dados (tags, etc)

19
Mar15

Dia sem pai

por Inês P Queiroz

Foi em 2008 que comemorei pela última vez o Dia do Pai. Nunca foi uma data à qual desse particular significado. O mesmo não posso dizer do Dia Sem Pai. São todos. Desde o dia 9 de Outubro de 2008. O meu pai era um homem cheio de defeitos e virtudes, como todos nós. Ensinou-me os princípios éticos e morais que fazem de mim a pessoa que hoje sou. A minha vida é infinitamente mais pobre desde que ele se foi. Foi o pai que soube ser mas, sobretudo, foi um avô fantástico, presente, disponível. Tenho muita pena de não o ter hoje comigo. Como tenho todos os dias, quando penso nelo, quando algo me recorda dele. Sempre que olho para os meus filhos tenho ainda mais pena, por eles, que não sabem e não saberão o que é ter um avô. Hoje não é um dia em que sinta mais a sua falta. Não mais do que ontem ou amanhã. Mas é o dia das prendas e das mensagens fofinhas. Das fotos e dos abraços. E isso lixa-me a cabeça.

Autoria e outros dados (tags, etc)

19
Mar15

Esta semana ainda não corri. E estou a acusar essa ausência. Estou mesmo chateada por ainda não o ter feito. Vai ter de ser hoje. Nem que seja arrancado a ferros. Garanto!

Autoria e outros dados (tags, etc)

18
Mar15

Não fui eu, mas foi a minha amiga Lina, o que, em parte, explica porque somos amigas há tantos anos.

aqui.

Autoria e outros dados (tags, etc)

18
Mar15

Aqui está um projeto assim para lá de espetacular e no qual está envolvida a minha amiga Mena. Para pais que, como eu, se queixam que não têm onde encontrar atividades para fazer com os miúdos, este site é uma ajuda preciosa. Mas nem só de brincadeiras vive este site. Hoje, por exemplo, encontrei informação importante sobre os direitos dos pais no trabalho. Vejam.

Aqui

Autoria e outros dados (tags, etc)

18
Mar15

Ui, como me revejo nisto...

por Inês P Queiroz

infelizmente

Que raio de pais somos nós?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Esta semana estou sozinha com os miúdos o que, todas as mães concordarão comigo, tem coisas boas e outras... bem, digamos que tem outras menos boas. Na segunda-feira deixei que a Alice adormecesse e depois, antes de me deitar, fui buscá-la ao berço e meti-a na minha cama. Queria mesmo dormir com ela, cheirá-la a pertá-la- Resultado: fiquei metade da noite a olhar para ela e a outra metade a levar pontapés e a ver se ela não caía da cama. Esta noite o Henrique trepou para a minha cama e pensei que, finalmente, ia ter uma noite descansada. Engano. Hoje ele tinha de estar na escola às 06h40 para a grande viagem de estudo. Resultado: passou a noite a gemer e a suspirar. De tal modo que tive vontade de lhe bater a meio da noite. A sério, sei que sou uma pessoa horrível, mas nem sequer o encarei bem. Grunhi-lhe enquanto lhe preparava o pequeno-almoço e o farnel para a viagem e pouco mais. Já lhe mandei um sms a tentar emendar a mão. Mas duas noites sem dormir? Ninguém merece.

Autoria e outros dados (tags, etc)

16
Mar15

fim de semana bom

por Inês P Queiroz

Foram pouco mais de 24 horas, não dormi até tarde nem me deitei particularmente cedo. Mas estive com amigos, comi, bebi, senti o sol, vi os meus filhos a brincar. A Alice percebeu que as larajnas se arrancam de uma árvore. Ficámos ali, as duas, sentadas a comer a laraja diretamente da árvore... e que bom que foi. Ainda tive tempo de transformar uma camisa do meu marido numa saia para a Alice. Não me lembrei de a fotografar, mas faço-o hoje. Fim de semana bom...

image.jpg

image.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

13
Mar15

A registar corridas desde 23 de Janeiro. Em Fevereiro corri 38.9 km. Março já vai com 25. Hoje, para aproveita ro tempo em que deixo o Henrique no ténis de mesa, vou correr às voltas do estádio da Luz.. Vai ser um teste sério porque há quase um mês que não corro sozinha. O objetivo são 8km. Pode ser que deixe as minhas boas vibrações à volta do estádio para o jogo de amanhã. Carrega, Benfica!

Autoria e outros dados (tags, etc)

13
Mar15

Eu disse que queria partilhar aqui algumas informações sobre o meu caso clínico no sentido de perceber até que ponto poderia ajudar outras pessoas. Mas tem-me faltado o tempo para investigar. Até agora ainda não recebi qualquer resposta do IPATIMUP em relação ao estudo genético do meu tumor. Mas percebi que, enquanto isso não acontece, posso ir ajudando noutras coisas. Recebi um mail de uma leitora que me deixou a pensar sobre o que poderia partilhar e que possa ajudar. Acho que o tema onde estou mais à vontade para falar é na alimentação. Eu própria ando à procura de ajuda profissional no sentido de perceber o que posso e não posso comer, o que me provoca dumping, ou mesmo o que comer antes de correr. Escuto, sobretudo, o meu corpo. Aprendo com os erros que cometo e com os sinais que ele me dá. Alimentos proibidos 1: Por muito que me custe admitir (porque adoro comê-las) as leguminosas fazem-me muito mal. Muito mesmo. Não só pelos gases, como pela digestão. Sempre que a minha mãe faz dobrada, ou grão com mão de vaca, ou feijoada... eu babo para o prato. No início achava que valia a pena comer. Hoje em dia sei que não é assim. Provo 4, 5 feijões, algum molho, carne e miusturo tudo em arroz, para parecer que é mais. A alternativa é descascar as leguminosas. Mas dá muito trabalho e nem sempre se consegue. Saber dizer que não é tão importante como difícil. Custa muito, mas vale a pena.

Autoria e outros dados (tags, etc)

13
Mar15

Projeto de fim de semana

por Inês P Queiroz

fazer uns calções ou uma saia para a Alice de uma camisa do pai. A ver que tal me saio. Algo parecido com isto

calcoes.jpg

ou como isto

ideias de costura_saia com bolsos.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

12
Mar15

A pensar no fim de semana

por Inês P Queiroz

E na minha nova máquina de costura. Alentejo, calor, sossego... vai ser pouco tempo, porque o Henrique tem aulas de música ao sábado de manhã, mas vou aproveitar o melhor possível estas 24 horas de descanso. Quem tem amigos tem tudo!

Autoria e outros dados (tags, etc)

11
Mar15

Para compensar as tristezas

por Inês P Queiroz

Este adeus ao início do dia.

IMG_0941.JPG

Autoria e outros dados (tags, etc)

11
Mar15

O meu pai

por Inês P Queiroz

Percebi na semana passada que ainda tenho o seu número de telemóvel gravado no meu. Tenho muitas, muitas saudades dele.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Calendário

Março 2015

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2006
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2005
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D