Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Depois de um dia mau pode haver um céu estrelado. O meu reino.


31
Jul14

Regresso

por Inês P Queiroz
Amanhã chega o meu príncipe.
Este ano, ao contrario dos anteriores, ele fez amigos fora do circuito familiar (que são mesmo os melhores) e deve vir super contente. Foram duas semanas em casa da avó e nem uma vez me disse que queria vir para casa. Ele gosta sempre de estar com ela, de lhe fazer companhia, de ir para a hora tratar dos legumes, de dar comida aos animais. É engraçada a forma como eles acabam por se entender. A minha mãe, que é um amor, tem um feitio difícil para crianças, por vezes é muito brusca, tem sempre muitas regras... Mas ele lá consegue. E ela também, claro, porque o meu filho não é pêra doce.
Amanhã ele vai chegar. Cheio de histórias, certamente mais gordo ( a minha mãe adora engordar netos) e eu mal posso aguentar que este dia acabe.

Autoria e outros dados (tags, etc)

29
Jul14

Pergunta do dia

por Inês P Queiroz

Quantas pessoas terão passado hoje por mim e visto que tinha o vestido desapertado e não disseram nada????

Autoria e outros dados (tags, etc)

29
Jul14

Contagem decrescente

por Inês P Queiroz
Para apertar o meu rapagão. Estou com tantas saudades dele...

Autoria e outros dados (tags, etc)

29
Jul14

A noticia que me vai fazer dormir

por Inês P Queiroz
Ia agora mesmo para a cama depois de um dia estranho: muitas dores nas costas, o meu gajo foi fazer um exame chato (felizmente não tem nada), e eu estava a descompensar a tensão e por isso sem conseguir dormir. E é quando decido levantar-me, tomar um adalgur e ver se tenho mensagens no telemóvel. E lá estava, a mensagem mais linda do meu dia. Ilustrada e tudo! Obrigada minha querida amiga. Vou dormir como um bebé.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

28
Jul14

Alice report

por Inês P Queiroz
Hoje foi dia de pediatra, logo, dia de prova do biquini. A minha fofa foi medida e pesada como il faut. E o veredicto é o que é: a três dias de completar 14 meses está com 79cm e 13 kg... Já vai entrar no leite do dia (vigor) e teve ordem para comer uma batatinha cozida aqui e ali. Mas eu disse que não à pediatra. Expliquei-lhe que é muito difícil não dar comida à Alice quando estamos a tomar o pequeno almoço, e que guardo para esse momento o hidrato que lhe permito comer: pão. A pediatra acha que eu sou um bocadinho rígida, mas lá me vai dando razão e adiantando que esta miúda está com uma excelente dieta alimentar.
A ver se ela abate um dos seus muitos pneus quando começar a andar e a correr.

Autoria e outros dados (tags, etc)

26
Jul14

E o Porto aqui tão perto

por Inês P Queiroz
No fim-de-semana passado a santa da minha mãe ficou com as crianças e eu e o meu gajito fomos até ao Porto, 24 horas de vida a dois que é coisa que não abundante nesta casa nos últimos tempos. E assim foi, andámos que nos fartámos, subimos à Torre dos Clérigos (coisa que nunca tinha feito apesar do Porto ser a minha segunda cidade), comemos, bebemos e namorámos muito. Ficámos na Mercador Guest House, que é um sítio lindo e de muito bom gosto que ficava Miguel Bombarda e que recomendo vivamente. Como o tempo estava uma porcaria, tivemos de fazer uma paragem forçada na Zara para comprar roupa quente e ainda houve tempo para ir ao Museu Soares dos Reis. Aqui, devo confessar que fiquei muito decepcionada. Não falo da coleção mas de toda a envolvente. Não há um único mapa do museu para facultar aos visitante (temos de ter memória fotográfica porque o que existe está na parede à entrada do museu), a informação sobre as obras e os artistas é praticamente inexistente, o museu sofreu obras há uns anos mas esqueceram-se de colocar vidros duplo sede climatizar as salas. E digo isto não para meu conforto, mas das obras. Não imaginam a poluição que entra naquelas salas... Já para não falar de oscilações de temperatura. Só em Portugal é que se fazem obras daquela envergadura e se esquecem as janelas. Senhores, as janelas de madeira são muito bonitinhas, mas não num museu, principalmente num que dá para o Túnel de Ceuta... Fiquei desapontada, e como eu outros que lá estavam. Mas adiante, o Porto continua fantástico, a zona das galerias de Paris recomenda-se, assim como o Cais de Gaia. Soube a pouco, temos de voltar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

25
Jul14

A crescer...

por Inês P Queiroz

não tanto como eu queria, mas a mantinha do baby M continua a crescer... Vai ter manta antes de ter nome, isso garanto.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

25
Jul14

coisas para a fofinha

por Inês P Queiroz

Quando a Alice fez anos a minha amiga Lina deu-lhe uma caixinha com um cartão presente da Zara. Confesso que na altura fiquei um bocadinho triste, o que é parvo, percebo. Mas o que pensei foi, "ela é das minhas amigas mais antigas e não escolheu uma coisa para a Alice?" Achei impessoal.

Mas ela, sábia e mãe de três, vendo a minha expressão de desgosto disse-me logo: ainda me vais agradecer quando fores aos saldos e veres quantoas coisas podes comprar.

E assim foi, minha amiga. Com o teu cartão prenda e mais 3 euros vim de saca cheia, ou quase. Vê lá como a Alice vai ficar fofa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

24
Jul14

Guerra sem fim

por Inês P Queiroz
E o que dizer quando vejo escolas da ONU serem bombardeadas e dezenas de crianças feridas e mortas? Também é o hammas a fazer escudos humanos da população civil? Está é uma guerra desumana, desigual. Como é possível que um povo que tanto sofreu durante a II Guerra Mundial continue a fazer isto?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

24
Jul14

Vacinas, levas tu e levo eu

por Inês P Queiroz

Hoje foi dia de vacinação. A pequena ALice já estava com as vacinas dos 12 meses em atraso e por isso decidi-me a ligar para o centro de saúde para marcar a vacinação. Lá fomos hoje às 11h15. E de pouco me valeu a marcação, uma vez que fomos atendidas ao meio-dia. Aquilo estava caótico. O enfermeiro (que é um amor, diga-se de passagem) não conseguia dar conta do recado porque, imagine-se, está sozinho de serviço. Nem sequer tem apoio de uma administrativa. Ok, as pessoas têm o direito de ir de férias e os utentes o direito à vacinação, mas parece-me de elementar inteligência que nestes casos, por exemplo, não se faça vacinação de utentes que não marcaram. Era simples e prático. Uma circular a explicar que nos meses de verão a vacinação seria unicamente assegurada aos utentes que fizessem marcação. Parece difícil??? Olhem que não é e sempre se poupavam umas reclamações. Eu deixei a minha no livro amarelo da saúde. Acho inadmíssível que um profissional seja deixado sozinho a vacinar bebés das 8h da manhã até às tantas, sem poder sequer ir comer. Sim, porque aquele enfermeiro é tão querido que não consegue sair para comer se tiver pessoas na sala de espera. Ontem, disse-me ele, tinha tomado o pequeno almoço às 14h.

Um destes dias o pobre desmaia enquanto vacina alguém.

Mas para verem como é um querido, enquanto registava no computador as vacinas da Alice foi verificar as do resto da família. Resultado: saí de lá com a vacina do tétano no bucho (ou melhor, no braço!!).

Autoria e outros dados (tags, etc)

23
Jul14

Saudades

por Inês P Queiroz

Na semana passada aproveitámos para ir a Marco de Canaveses ter com a minha mãe. Nunca ficamos lá muito tempo (deste vez fomos na quinta e regressámos no domingo, mas na verdade passámos grande parte de sexta e sábado no Porto), o que deixa a minha mãe triste. Fica sempre a pensar que ninguém liga nada à casa, nem a ela...

Desta vez o Henrique ficou lá com a avó. Bom para ela, que não fica sozinha; bom para ele, que fica com atenção da avó só para ele e bom para nós que ficamos só com a piquena.

Quando eu era miúda diverti-me à grande na terra dos meus pais. Aprendi lá tanta coisa... a nadar, a apanhar furta das árvores, a andar descalça como uma profissional... mas eu tinha um irmão com idade muito próxima da minha e um bando de primos com quem brincar. O Henrique, por sua vez, não tem nada disso: a mana ainda é bebé e os primos (filhos dos meus primos) já não moram ali, ou passam o dia não sei onde. Resultado, fico sempre a achar que, se calhar, ele não se está a divertir. Pelo menos não tanto quanto podia.

E, como se isso não bastasse, a casa aqui ficou vazia sem ele. Estou-me sempre a queixar que não tenho tempo, nem espaço para as minhas coisas. E depois, vai-se a ver, estou aqui só com a Alice que até é super portátil e vai comigo para todo o lado sem reclamar, e sinto-me incompleta, a casa está vazia... tenho saudades do meu pequeno refilão, essa é que é essa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

21
Jul14

Do horror

por Inês P Queiroz

Vejo esta imagem e não consigo evitar as lágrimas. E as minhas lágrimas, embora muitas, de nada servem a estas crianças que choram a morte dos pais, em casa.
Pergunto-me: no que se tornarão estas crianças, agora órfãs, quando forem adultas? Que tipo de sentimentos lhes enchem os peitos apertados de tanta dor?
De cada vez que vejo uma imagem destas, desta guerra tão estúpida e desigual, perco um pouco mais de confiança no ser humano.

Autoria e outros dados (tags, etc)

21
Jul14

Aqui vai nascer

por Inês P Queiroz

Uma mantinha fofa. Quando fiquei grávida da Alice não tive muita paciência para o tricô. Estava tão farta de estar em casa... Fiz apenas uma mantinha. Mas agora vou retomar o meu hobby. No fim-de-semana estive no Porto e passei na fantástica Retrosaria das Flores. Fiz várias compras. Entre elas a lã para a mantinha do baby M. Depois voltei lá para comprar as agulhas. Tenho montes delas aqui em Lisboa, mas estava com vontade de começar a tricotar... No primeiro dia ficou assim.

Autoria e outros dados (tags, etc)

12
Jul14

Turista na minha cidade

por Inês P Queiroz
Ontem, por razões várias, acabámos por não ir à praia. Deixámos a Alice em casa com a Gi e fomos Av. Almirante Reis abaixo, à aventura, a fingir que éramos turistas na nossa cidade. O Henrique, como sempre, estava do contra, o que nos chateou um bocado, mas acabou por se divertir e aproveitar ao máximo este momento em que pôde usufruir dos pais sem mana por perto. Fomos ao Largo do Intendente, descemos a Rua da Palma, metemos pela Mouraria, bebemos um copo de vinho e depois entrámos num tuck tuck à descoberta de ruas e ruelas. Foi um passeio espectacular, conduzido pela Sónia, uma amante de Lisboa. Acabámos meia-hora depois na Praça da Figueira, fomos almoçar ao Caxemira (meu Deus, que saudades), e voltámos para casa pelas 16h, prontos para dormir a sesta.

Autoria e outros dados (tags, etc)

11
Jul14

Alive

por Inês P Queiroz
Ontem acabámos a noite no Alive (cortesia da amiga Sónia) com uns amigos do coração. Vimos Interpol e eu decidi que entre Artic Monkeys e Kelis escolheria a rapariga por tudo o que a sua música representou no inicio da minha idade adulta. Deixei o gajo e depois da primeira música dos Artic Monkeys lá fui eu. Para começar estive 20 minutos à espera e nada. Voltei para os Artic Monkeys e dois minutos depois recebi um SMS de um amigo a dizer que a Kelis já cantava. E lá fui, convencida que ia ver um grande concerto... Nada disso. 40 minutos, cinco ou seis êxitos despejados e à hora marcada a senhora bazou sem um único encore. Isto apesar de ter começado o concerto 25 minutos depois da hora marcada.
Sim, ela canta bem e eu dei um pezinho de dança, mas senti-me enganada e, sobretudo, parva, por ter abandonado um concerto que estava a ser bom.
Valeu-me a companhia da amiga Lina e dos nossos gajos que, entretanto se juntaram a nós.

Autoria e outros dados (tags, etc)

10
Jul14

Amores

por Inês P Queiroz

Autoria e outros dados (tags, etc)

10
Jul14

E ao quarto dia...

por Inês P Queiroz
Um dia espectacular. Não começou bem: quando chegámos à praia estava muito vento e bandeira vermelha. Mas depois, como por magia, o vento foi-se, o calor apertou é o mar acalmou. Tudo o que se pode pedir num dia de praia. A Alice voltou a dormir quase duas horas e o Henrique já está melhor da barriga e fartou-de de ler e de dar mergulhos. Eu adoro a Praia da Morena. Gosto do atendimento, dos empregados... Vamos para lá muito antes do Henrique nascer. As sanduíches são óptimas e o Gin bar também.
Agora é ir para casa, a nossa Gi já voltou, dar banhos, tomar banho e arranjar-me porque a minha querida Sónia voltou a surpreender-me e a proporcionar-me uma noite fantástica!
Alive, cá vou eu!

Autoria e outros dados (tags, etc)

09
Jul14

Férias dia 3

por Inês P Queiroz
Bom, tão bom. Calor, sesta grande da Alice na praia. Ondas boas para o Henrique fazer bodyboard... Gin tónico a meias antes de sair da praia... E agora jogo de futebol no sofá, com um copo de vinho branco na mão. Hoje não fomos ao terreiro do paço ver o jogo, a Alice estava tão podre que tive de a deitar... De tal maneira podre que não acordou para jantar. Aliás, acabei de lhe dar um biberão de leite com ela a dormir. Dia bom, dia muito bom.

Autoria e outros dados (tags, etc)

08
Jul14

E ao segundo dia de férias...

por Inês P Queiroz
Uma ida às urgências....

Autoria e outros dados (tags, etc)

08
Jul14

Miminho da mãe

por Inês P Queiroz


A minha mãe está longe, mas hoje mandou-me este miminho: ameixas e nectarinas da Horta. E que boas que são. Também mandou alfaces, pepinos, batatas, cebolas e ovos. Mas o que mais gostei foi mesmo da caixa da fruta.
Obrigada, minha querida. E só de pensar que ainda telefonei a reclamar que eram demasiadas alfaces.... Sou uma ingrata.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Calendário

Julho 2014

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2006
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2005
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D