Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Depois de um dia mau pode haver um céu estrelado. O meu reino.


31
Mar14
Tinha esta companhia...

Autoria e outros dados (tags, etc)

31
Mar14

Regresso ao passado

por Inês P Queiroz
Este fim-de-semana tinha tudo para ser catastrófico mas acabou por correr bem. Ninguém se magoou, chegámos sãos e salvos tanto a Marco de Canaveses como depois a Lisboa.
No sábado à tarde, antes da festa da minha tia, ainda houve tempo para aquilo que o Henrique mais adora: explorar, andar pelos caminhos que eu percorri há 30 anos e deliciar-se com as descobertas e o suposto perigo da aventura.
Quando eu era miúda achava que o tempo passado dos meus pais era muito mas mesmo muito antigo. Quando eles me diziam "quando eu tinha a tua idade..." eu achava que aquilo era tão distante como o tempo dos reis e rainhas. Agora dou comigo a falar desse tempo passado com o meu filho, com a sensação de que foi ontem. "Ali havia cenouras e milho", "ali havia muitas vides, passávamos o tempo a roubar as uvas deste senhor que era mau como as cobras"...  Será que ele acha o mesmo do que eu digo? Que é um passado tão distante e tão sem referentes no presente dele?
Este é o sinal mais claro do envelhecimento. Pelo menos para mim.







Autoria e outros dados (tags, etc)

29
Mar14

Chegámos

por Inês P Queiroz
Sãos e salvos em Marco de Canaveses. Sei que muitas vezes me pergunto para que servem os seguros automóveis. Bem, servem para isto. Para nos trazerem ao destino de taxi; para mandarem um reboque buscar o nosso carro e deixá-lo à porta não da oficina mais próxima mas de uma no local para onde íamos (não tivéssemos feito merda e posto gasolina num carro a gasóleo) que fica a 100km do local da avaria.
É meia-noite. Estou exausta. Vou, pela primeira vez, dormir com a Alice que está aqui ao meu lado a roncar.
Amanhã é torcer para não ser um arranjo muito caro. Da ultima vez que isto aconteceu (sim já tinha acontecido mais com o meu marido e há uns 8 anos) a brincadeira ficou por 150 euros mais o dinheiro da gasolina (uns 60).
Agora não há nada a fazer. O melhor é mesmo dormir, que amanhã é outro dia.

Autoria e outros dados (tags, etc)

São nove e meia da noite. Estou na estação de serviço da Antuã. Ia para Marco de Canaveses para as bodas de ouro da minha tia mas, estupidamente, abasteci a minha carrinha a gasóleo com gasolina... Eu, duas crianças e a minha mãe... O verdadeiro filme de horror. E eu que nem queria vir. Estava tão cansada que só me apetecia inventar uma desculpa para não fazer a viagem...
Agora é esperar pela Assistência, pelo taxi e rezar para que nada esteja irremediavelmente estragado.

Autoria e outros dados (tags, etc)

27
Mar14

Este fim-de-semana há festa

por Inês P Queiroz
Este fim-de-semana vou até Marco de Canaveses às bodas de ouro da minha tia Augusta. Vai ser a primeira vez que vou assistir a uma cerimónia deste tipo e já estou emocionada. Esta é a minha tia do coração, a que tinha sempre lugar à mesa para mim, a que sempre me encheu de beijos, a que me telefonava sempre de voz embargada quando eu estava doente, a que me beija e abraça forte de cada vez que me vê.
Quando eu era adolescente e tinha a mania das mini saias era a minha tia Gusta (é assim que a chamo) que mas fazia, apesar de não costurar para nenhuma das 4 filhas.
Por tudo isto, e porque o meu pai também tinha uma adoração por esta irmã, este sábado vou fazer 400km com as crianças para estarmos presentes nesta celebração. E sei que vou chorar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

27
Mar14

Isto hoje promete

por Inês P Queiroz
O Benfica perdeu. Estão 11 graus e tenho 120 páginas de um manuscrito de economia para ler... Isto hoje promete.

Autoria e outros dados (tags, etc)

26
Mar14

Des-gosto

por Inês P Queiroz
Não como em desgosto mas como em não gosto. O meu Benfica jogou mal e perdeu. Perdeu bem mas eu estou fula porque foi para o Porto. Foi entregar o ouro ao bandido!
Não dava para terem feito melhor, rapazes?

Autoria e outros dados (tags, etc)

26
Mar14

O jogo ainda não acabou

por Inês P Queiroz
Mas estou irritada com o meu Benfica.

Autoria e outros dados (tags, etc)

26
Mar14

A minha avó Inês

por Inês P Queiroz




Da minha avó paterna herdei o nome. Inês. Na altura foi um acontecimento. Pelo menos para o meu avô que era muito apaixonado pela sua mulher. Entristecia-o que, das muitas netas que já haviam nascido, nenhuma tivesse o nome da sua mulher. 
Sempre gostei muito dos meus avós paternos, era perto deles que passava férias.
Apesar de nunca ter visto a minha avó trabalhar na sua máquina de costura, sempre tive uma adoração pela sua Oliva.
Já adulta tive a coragem de lha pedir. Andava lá pela casa aos caídos, cheia de ferrugem...
«Avó, gostava tanto que me desse a sua máquina...» e ela assim o fez. Na altura senti que tinha ficado comovida com o meu pedido porque ninguém ligava à máquina.
Não que eu fosse, ou seja um ás da costura. Nada. Sou bem limitada. Mas quero aprender. Adorava fazer uma vestido para a Alice na máquina da sua bisavó... que ela não chegou a conhecer.
Durante a gravidez arranjei coragem para arranjar o móvel da máquina. Lixei-o todo, tirei-lhe toda a ferrugem, envernizei, pintei e o resultado nem ficou mau.
Depois a minha querida mãe encarregou-se do resto: mandou-a limpar e colocar um motor.
No fim-de-semana passado tentei ligá-la mas a coisa não correu bem. Senti o motor em esforço e um cheirete a queimado.
A sorte, no meio da desgraça, foi que tinha visto uma loja de máquinas de costura em Alvalade e imaginei que poderiam fazer reparações. Hoje fui buscá-la e já a experimentei. Está linda na minha sala. E é um pedacinho da minha avó, ali perto de nós.

Autoria e outros dados (tags, etc)

26
Mar14

Ele há dias assim

por Inês P Queiroz

Autoria e outros dados (tags, etc)

26
Mar14

Estar com quem se gosta

por Inês P Queiroz
São muitas as vezes em que dou comigo a pensar o que ando a fazer com a minha vida que não me deixa tmepo para nada. Ando sempre a correr de um lado para o outro, passo menos tempo do que gostava com os miúdos, quando estou com eles parece que estou em modo zombie, não tenho tempo para namorar, deixo sempre coisas por fazer no trabalho... enfim, há dias assim.
E depois há os outros, aqueles em que nos levantamos a sorrir porque sabemos que daí a pouco estaremos com alguém que nos faz bem. Alguém com quem podemos trocar um sorriso, a quem podemos fazer uma confidência... alguém com quem estamos completamente à vontade.
E esses dias valem por todos os outros.
Obrigada S.

Autoria e outros dados (tags, etc)

26
Mar14

Uma questão de peso

por Inês P Queiroz
A Alice está assim para o gordito. Nada de preocupante, acho eu, mas a verdade é que tinha rebentado com o percentil do peso e na altura, apesar de grande, não estava proporcional ao peso.
Na passada sexta-feira fomos à pediatra: a uma semana dos 10 meses está com 73,5 cm (grandita mas nada de extraordinário) e 11,300kg, ou seja, a minha filha está um pequeno leitão... E pensar que ela é prematura deixa-me boquiaberta.
Pois que fiquei preocupada, claro que fiquei. Se ela já não comia papas, nem batata, se já fica a chorar de cada vez que acaba de comer porque acha que lhe estou a dar pouca comida... Caraças que isto de ser mãe que tira a comida da boca dos filhos é duro...
Conversei com a pediatra e não chegámos a bom Porto. Ela acha que a minha empregada anda a encher a Alice de bolachas à socapa. Eu acho que não, e tendo em conta o regime alimentar da pequena, suspeito que seja do leite. Como ela bolsava muito tive de lhe dar um leite AR que, basicamente, é um leite com espessante, um género de farinha que torna o leite mais grosso e mais pesado no estômago. Como me parece que a Alice deixou de bolsar (finalmente, praise the Lord) decidi mudar-lhe o leite. Está desde ontem a tomar o nan confort 2.
Vamos ver o que acontece no próximo mês.
Ele há pessoas que choram porque os filhos não comem... Deviam ver o meu leitãozinho a abrir a boca...
O irmão diz que ela é como um peixe, se a deixássemos, comeria até rebentar.
Pelo sim pelo não é melhor não experimentar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

25
Mar14

Mudo ou não mudo

por Inês P Queiroz
Já não é a primeira vez que penso em sair do blogspot. Gosto muito de aqui estar, mas às vezes irrita-me não ter quem me ajude a resolver pequenos ou grandes problemas. Tentei mudar par ao sapo em 2009, e acabei por desistir... agora ando a pensar novamente nisso, mas não me consigo decidir.
Opiniões, há???

Autoria e outros dados (tags, etc)

24
Mar14

E os medicamentos, mãe?

por Inês P Queiroz
Às vezes acho que não estou boa da mona. A sério. então passo parte da tarde com o miúdo no hospital, ele é medicado e logo ao segundo dia esqueço-me de lhe dar a medicação?
A sério, Inês? Mas o que é que se passa comigo? Lá tive de ir a correr para a escola com o Brufen dentro da mala.

Autoria e outros dados (tags, etc)

23
Mar14

Está tudo bem

por Inês P Queiroz
Afinal a doutora devia morar nas avenidas novas, não demorou mais de meia-hora, lá fez a ecografia ao meu rapaz e não está nada comprometido ali nas partes baixas. Tem uma inflamação dos tecidos à volta dos testículos mas nada de muito grave (felizmente). Agora é fazer anti-inflamatório durante uns dias, pôr gelo e nada de desporto. Nem de sexo, digo eu!
Ainda deu para ver o jogo do glorioso e tudo.
Agora é só dormir e rezar para conseguir levar a noite toda... Sem acordar. Era tãoooooo bom...

Autoria e outros dados (tags, etc)

23
Mar14

Surpresa...

por Inês P Queiroz
E qual é o melhor local para passar uma tarde de domingo?
As urgências da Estefânia, claro!
Aqui estamos nós, eu é o Henrique.
Já foi visto pela cirurgia. Precisa de uma ecografia. Ok, lá fomos nós entregar o papelinho da ecografia quando ouvimos da auxiliar esta magnífica frase:"agora tem de ir para ali esperar que a doutora venha.". Eu, na inocência dos meus 38 anos, pergunto-lhe, "a doutora está onde", pensando que ela me ia dizer que tinha ido almoçar ou que estava noutra urgência. Mas não, enganem-se. A resposta foi "a doutora está em casa". Oi? Em casa, como assim. Isto é uma urgência hospitalar...
Já chegámos a isto, no nosso país... Agora imaginem que era uma apendicite, ou algo assim grave...Espero que a doutora não more em Sesimbra.

Autoria e outros dados (tags, etc)

21
Mar14

Ominpresença

por Inês P Queiroz
E o que eu gostava de ser omnipresente, de não faltar a ninguém? Não vos acontece estarem num local onde sabem que devem estar mas depois sentirem que estão a falhar? Que não chegam a todo o lado?
Ontem passei parte da tarde e do início da noite no hospital à espera que a operação da minha amiga S terminasse. E não consegui sair de lá sem a ver, sem olhar para a cara dela, sem lhe dar um beijo. O que consegui fazer, e  me deixou muito feliz.
Mas depois cheguei a casa e a Alice já dormia (nem um beijinho) e o Henrique estava quase a ir pelo mesmo caminho. E percebi que lhes tinha faltado. Bem sei que estou com eles todos os dias, que ela é pequenina e nem percebeu... mas passamos a nossa vida nisto: a faltar e a compensar. E às vezes cansa. E dói.

Autoria e outros dados (tags, etc)

20
Mar14

Ufa

por Inês P Queiroz
11 horas de cirurgia... 11 horas intermináveis. Mas correu tudo bem. Amanhã é um novo dia.

Autoria e outros dados (tags, etc)

20
Mar14

Espera

por Inês P Queiroz
Custa tanto... Parece que tenho o estômago embrulhado... Logo eu

Autoria e outros dados (tags, etc)

20
Mar14

O equilíbrio das coisas

por Inês P Queiroz
Gosto de pensar que há um certo equilibrio nas nossas vidas; não digo no universo, mas nas nossas vidas. Não pode ser sempre tudo mau, nem sempre tudo bom. é assim com os filhos, com o casamento, com a nossa relação com os nossos amigos...
Mesmo quando estamos tristes e preocupados com os que nos são queridos. Na semana passada recebi uma notícia horrível, a da doença da minha amiga S. Tenho andado triste e cabisbaixa, irritada...
Mas ontem, dando razão a esta minha teoria do equilíbrio, recebi uma notícia maravilhosa: daquelas que nos deixam borboletas na barriga e nos fazem acreditar na felicade, nas histórias de amor, na vida.
E em dias assim acredito mesmo que a vida deve ser vivida com amor e intensidade.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Calendário

Março 2014

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2006
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2005
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D