Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Depois de um dia mau pode haver um céu estrelado. O meu reino.


30
Abr13

Do, did, done

por Inês P Queiroz
Aula de preparação para o parto logo às 8h30 da matina - done
Comprar papel de parede - done
Ir à Ikea comprar cama para o quarto da Alice - done
Pintar as pernas da máquina de costura da minha avó - done
Ir buscar filho à escola - done
Ir a casa de amiga na outra ponta da cidade buscar berço e sobras de papel de parede - done
Comprar jantar - done
Deitar filhote - done...

Talvez seja normal que me sinta como se tivesse sido atropelada...

Autoria e outros dados (tags, etc)

25
Abr13

25 de Abril

por Inês P Queiroz
A praia estava fantástica. A água fria nas minhas pernas faz milagres. Eu, apesar de estar a enlouquecer por ter o futuro quarto da criança em modo armazém, disse ao senhor do roupeiro que hoje não podia ser e que a montagem das portas Tinha mesmo de ficar para amanhã.
Mas, apesar de tudo, às 15h saímos da praia direitinhos ao Marquês.
Sim, porque há coisas demasiado importantes e há datas, momentos, que o Henrique tem de valorizar e um dia passar à sua irmã.
Infelizmente não tenho uma única foto que ilustre o momento, mas foi muito bonito. E, apesar de estar agora a pagar o esforço da caminhada, valeu muito a pena.
Para o ano seremos 4!
25 de Abril sempre!

Autoria e outros dados (tags, etc)

25
Abr13

Rotinas

por Inês P Queiroz
Amanhã é dia de consulta na maternidade. Com quase 31 semanas espero que a minha médica me dê algumas luzes sobre o parto. Apesar de não ser uma mãe de primeira viagem confess que ando um bocadinho ansiosa. Em primeiro lugar por não saber se a maternidade fecha o não antes do final de Junho; depois por não me terem dito nada acerca dos meus antecedentes (cesariana anterior e uma cicatriz enorme da operação ao estômago). Há algum problema em tentar parto normal? Posso fazer a mesma força que outra mulher que não tenha sido sujeita a uma cirurgia como a minha ( na qual basicamente me rasgaram os músculos abdominais numa extensão superior a 40cm)? A semana passada fiquei a saber, por exemplo, que com uma cesariana anterior não me podem induzir o parto.
Veremos como corre tudo amanhã.

Autoria e outros dados (tags, etc)

25
Abr13

A saga do quarto

por Inês P Queiroz
Prometo para breve algumas fotos do quarto da Alice. Para já, aquele espaço mais parece um a
Deposito de caixas e madeiras. A montagem das portas de correr no roupeiro (o que me vai permitir ganhar quais 40 cm de espaço num quarto que é o mais pequeno da casa por ter a varanda) acabou por não ser feita ontem porque o senhor enganou-se numa medida. E iss atrasou todo. Resto: a troca das roupas de inverno pelas de verão (sim, porque aquele roupeiro tem a minha roupa), a montagem do berço, a troca de umas portas, a compra de uma outra cama (que servirá para receber as avós), a escolha do cortinado... Até parei de lavar a roupa da pequena porque primeiro tenho de ver muito bem onde a vou guardar depois de lavada... Está tudo parado e com um ar bastante desarrumado. Amanhã, se tudo correr bem, o roupeiro fica pronto e com isso posso organizar melhor todo o espaço.   Vou tentar não desesperar... Mas não está a ser fácil, confesso.

Autoria e outros dados (tags, etc)

22
Abr13

Work in progress

por Inês P Queiroz
Começaram, oficialmente, os preparativos para a inauguração do quarto da Alice. Este fim-de-semana foi para pintar a parede do quarto. E o mano ajudou...

Autoria e outros dados (tags, etc)

20
Abr13

Isto há que ir com calma

por Inês P Queiroz
Na quinta-feira ao fim do dia, quando parecia que o meu dia ia acabar em grande... Houve uma viravolta daquelas que nos deixam os cabelos em pé... Confirmando as minhas suspeitas, o Henrique passou-se da marmita na aula de música e bateu numa menina. Fiquei mesmo triste, zangada... Só me apetecia abaná-lo. Mas, em vez disso, sentei-me a falar com ele a tentar explicar-lhe que o que tinha feito estava errado e porquê. Confesso que o mais fácil seria dar-lhe m palmadão daqueles, que era merecido... Mas não ia resolver nada.
Espero que a nossa conversa tenha servido para alguma coisa... Vamos ver como correm as coisas nas próximas semanas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

18
Abr13

A minha luzinha vai apagar-se

por Inês P Queiroz
Nesta semana o Henrique tem andado mais descompensado. Aborreci-me com ele na terça-feira (com direito a palmada no rabo e tudo) e na quarta, bem foi o descalabro completo.
O dia até correu bem: ele veio para casa, fez os tpc, fomos lanchar à Padaria Portuguesa e ele ainda esteve no parque a brincar com um amiguinho da escola. À noite o meu irmão veio jantar connosco e trouxe os dois filhos... tudo parecia bem.
Mas ele, coitado, está mesmo assustado com esta coisa de deixar de ser o único aqui por casa e ontem partiu-me o coração.
Eu zanguei-me com ele porque, no meio da excitação de estar com os primos acabou por fazer xixi nas cuecas. A acrescer a isto, no meio da confusão, acabou por fazer uma idiotice que fez com que o primo mais velho o magoasse. Mas, num contexto normal, ele chorava porque o primo o tinha magoado, eu ralhava com ele por causa do xixi e a vida seguia traquilamente. Nada disso. Ele chorou, chorou, falou alto, irritou-se, irritou-me... um verdadeiro filme. Às tantas tive a presença de espírito de me lembrar que a adulta sou eu e tentei levar a coisa para a conversa, perguntando porque razão ele anda tão alterado, tal rabugento, tão revoltado. E, depois de muita hesitação, ele disse-me desenhando pequenos círculos imaginários com o seu dedo: "neste momento eu tenho a minha luzinha acesa e vocês dão-me atenção mas eu acho que quando a mana nascer a minha luzinha se vai apagar, porque vocês só lhe vão dar atenção a ela." Escusado será dizer que me partiu o coração a forma como ele se expressou.
Pensei que o tinha ajudado ao responder-lhe que era verdade, que a mana ia ter mais atenção, mas apenas porque ela não consegue fazer as coisas sozinha. Depois também lhe disse que, provavelmente a minha luzinha também se iria apagar porque ele e o pai iriam dar muito mais atenção à mana do que a mim. Espero ter ajudao.

Autoria e outros dados (tags, etc)

17
Abr13

Gente com tantas certezas....

por Inês P Queiroz
E assim foi a minha segunda-feira: começou pela fresca, 8h30 da manhã na MAC para a minha primeira sessão de preparação para o parto. A sessão era a primeira de duas com a psicóloga da maternidade. Gostei imenso dela e muitas das coisas que disse deixaram-me mais tranquila em relação à forma como estou a viver esta gravidez.
A esmagadora maioria das mulheres que ali se encontram estão a viver a sua primeira gravidez. Apenas três já estiveram grávidas e apenas duas conseguiram levar a gravidez até ao fim. Por isso são muitas as perguntas de algibeira que se ouvem. As cuecas descartáveis, os sacos para o leite, as fraldas, as toalhitas... Tudo questões válidas de quem vai ser mãe pela primeira vez.
Mas o que me irrita mesmo é o oposto: é quem julga que, por já ter tido um filho, sabe as respostas todas. Eu estou um bocadinho preocupada com a forma como o Henrique irá lidar com a chegada da mana; que receios isso levanta nele, de que forma é que se sentirá ameaçado... Eu sei que o meu filho está muito feliz com a chegada da mana que foi um bebé muito desejado. Mas acho normal que tenha dúvidas e que haja momentos em que se sinta ameaçado. Parece-me normal que assim seja. Foram nove anos de reinado.
Mas na segunda-feira saiu-me, na rifa, uma daquelas mães que dá vontade de insultar. A sua filha não vai reagir ao nascimento do irmão porque ela, enquanto mãe, deu-lhe uma educação xpto. Ao contrário de mim, que devo ter criado um monstro. Acreditem que foi assim que me senti. Será que aquela parvalhona  não percebe que não é normal que uma criança não acuse o toque, não se sinta insegura... É quase impossível que isso não aconteça...
Talvez para a semana ela esteja mas calma...

Autoria e outros dados (tags, etc)

17
Abr13

Ambivalências

por Inês P Queiroz
Ao contrário da minha primeira gravidez, em que tudo era um mar de rosas e felicidade, desta vez tenho vivido as coisas de forma mais ambivalente. Às vezes pareço uma maluquinha, confesso. Cheia de dúvidas, de sentimentos contraditórios, de insatisfações...
Esta semana, na sessão de preparação para o parto na MAC tive a oportunidade de escutar a psicóloga da maternidade que nos esteve a explicar vários aspectos psicológicos que nos acompanham, durante a gravidez, bem como as diferentes fases pelas quais todas nós passamos e por alguns receios  que possamos ter em relação à gravidez, ao parto, à sexualidade, à reacção dos outros filhos...
Confesso que achei que não haveria muito a acrescentar neste tema, mas estava redondamente enganada.
Aquela mulher conquistou-me. Não foi para ali armada em pessoa que sabe tudo, não teceu juízos de valor, não deu bitaites sobre as nossas vidas. Apenas nos informou, esclareceu, ouviu... Como os brasileiros costumam dizer " o meu santo bateu com o dela". E, por incrível que possa parecer (a mim, pelo menos, pareceu-me) ajudou-me a perceber esta permanente ambivalência que se tornou a minha vida. Esta constante incerteza, insatisfação... Pela primeira vez nesta gravidez alguém conseguiu explicar exactamente o que tenho vindo a sentir.
E não imaginam como isso foi importante para mim.

Autoria e outros dados (tags, etc)

16
Abr13

Alice na praia

por Inês P Queiroz
Foi assim, a tarde de domingo. Ninguém diria, a julgar pela forma como o tempo voltou a ficar merdoso, mas a tarde de domingo foi mesmo espectacular.

Autoria e outros dados (tags, etc)

12
Abr13

Crise a quanto obrigas

por Inês P Queiroz
Gosto de pensar que sou uma pessoa financeiramente organizada. Não faço compras à maluca (embora, por vezes, tenha muita vontade), raramente uso o cartão de crédito (cujo pagamento é a 100%) e nunca chego ao fim do mês com a conta a zero.
No último ano, apesar de estar a ganhar menos (como toda a gente) ainda consegui poupar algum dinheiro. A minha mãe sempre me ensinou que é quando menos temos que conseguimos poupar. E parece que tem razão. O meu truque é todos os meses, no dia em que recebo, tiro logo uma pequena quantia previamente definida para uma outra conta. E é assim que tenho amealhado alguma coisa.
Acho que também me tornei uma consumidora mais cautelosa e mais autocrítica: penso sempre várias vezes antes de fazer uma compra e mesmo na comida penso dias vezes antes de cometer uma extravagância.
Com a gravidez não tem sido diferente: herdei muita roupa de uma querida amiga (embora quase toda de Verão...) e contam-se pelos dedos das mãos as peças que comprei para mim. Mesmo para a Alice foram muitos os empréstimos: a roupa e o berço da amiga Lina, o carrinho emprestado pela tia Liliana, a almofada de amamentação da Blan, que também emprestou lençóis e fraldas de pano... E muitas outras coisas que ainda vou herdar.
Só não poupei nas ecografias. Apesar de estar a ser muito bem seguida no DPN da maternidade, a verdade é que depois vou ao consultório do Dr. Amadeu repetir as ecos. Não é por mal, é mesmo porque, para mim, ele é o melhor e todos os euros são bem empregues.
Isto para dizer que nesta gravidez tinha decidido não fazer preparação para o parto. É uma coisa cara e que, no caso do Henrique, para nada me serviu.
Mas a médica que me segue na MAC disse-me que era melhor fazer o curso da MAC uma vez que é lá que a Alice deve nascer. E, uma vez que ando lá na consulta, fui referenciada para as itãs aulas de preparação.
Até aqui tudo perfeito. .. Hoje telefonam-me da maternidade: o curso é todas as segundas-feiras às 8h30 da manhã. Sim, leram bem: 8h30.
Ai se eu fosse rica...

Autoria e outros dados (tags, etc)

11
Abr13

Já cá faltava...

por Inês P Queiroz
Um xixi na cama às três e meia da manhã,. Um banho, uma máquina de roupa (que inclui edredão) e uma cama de lavado a 1,80 de altura. Uma tarefa nada fácil quando estamos grávidas de sete meses...
Vou ali tentar esquecer e dormir o que ainda me falta. Isto se o pai não estiver s ressonar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

08
Abr13

Ufa!

por Inês P Queiroz
Hoje foi dia de revisão. É assim que me refiro às consultas anuais que tenho de fazer no Hospital de Santa Cruz, onde fui operada ao meu tumor. Hoje era o dia da revisão dos 8 mil km (oito anos) e eu estava especialmente apreensiva por estar grávida e não saber como o meu médico iria reagir. No ano passado tinha-lhe falado desta minha intenção e ele não foi muito entusiasta. E por isso estava com um friozinho na barriga. Mas correu tudo bem. Ele recebeu-me de braços abertos e com muito elogios. Disse-me que tudo iria correr bem. E assim, num instante, saiu-me um peso do coração.
A seguir à consulta fui a correr pra a MAC para mais má ecografia. E, confirma-se, esta miúda é quase uma bezerra. Está no percentual 90 o que, trocado em miúdos, lhe dá, entre outras coisas, um peso estimado de 1,450kg. E eu não tenho estômago....

Autoria e outros dados (tags, etc)

06
Abr13

28 semanas

por Inês P Queiroz
Ainda é cedo para certas coisas. Mas talvez seja melhor ter a primeira roupa dela separada. Só para garantir que fui eu que a escolhi.

Autoria e outros dados (tags, etc)

05
Abr13

Odeio

por Inês P Queiroz
A forma como o dinheiro corrompe as pessoas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

05
Abr13

Projectos

por Inês P Queiroz
Chegou a hora de tratar do quarto da Alice!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Calendário

Abril 2013

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2006
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2005
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D